domingo, 17 de abril de 2011

Acho que durmo tanto, na esperança de recuperar você, nos meus sonhos. Eu odeio estar acordada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário