domingo, 15 de maio de 2011

Qualquer coisa mais incomum.

Seus segredos me machucam, incomodam e espetam. Suas palavras me cegam, seus olhares me entorpecem. Saio do plano, fico sem saber o que dizer, nem ao menos consigo controlar meu sorriso, meu riso. A gente não se fala, praticamente nunca se vê. Fica só aquela vibração de silêncio muito forte, mesmo. Aquela que eu adoro, vezenquando me faz sorrir de noite, um pouco antes de ir dormir.

quarta-feira, 20 de abril de 2011

Pra dizer...

que teu silêncio me agride, e não me agrada ser um calendario do ano passado. Pra dizer que teu crime me cansa, e não compensa entrar na dança depois que a música parou.
Perfeita Simetria, Paralamas do Sucesso.

domingo, 17 de abril de 2011

Sonho

Sinto falta dos seus inúmeros sorrisos, do seu olhar triste e de como voce chorava rindo quando eu tentava fazer voce rir. Sinto você nos chás que eu sinto o cheiro, nas musicas que eu ouço e sua vóz me vem à cabeça. Sinto seu cheiro nas roupas que você deixou. Sinto falta de toda força que você me passava com um abraço, sinto falta de como era simples resolver tudo. Sinto falta de poder resolver seus problemas com as minhas piadas, com as minhas frases feitas, meus abraços apaixonados e com um beijo na testa. Sinto falta do meu chão, que é você. Falta de como meu coração acelerava sempre, falta de você, que cuida de mim. Sinto você em tudo ao meu redor. O que me machuca é saber que você não pode estar aqui, mesmo querendo.
Acho que durmo tanto, na esperança de recuperar você, nos meus sonhos. Eu odeio estar acordada.

ode à minha família

a infelicidade existia quando eu era jovem, e nós não dávamosa mínima. porque nós fomos criados para ver a vida como diversão e levá-la se pudermos. minha mãe, minha mãe, ela me abraça. ela me abraçou quando eu estava lá fora? meu pai, meu pai, ele gostava de mim. oh, ele gostava de mim, alguém liga?

domingo, 10 de abril de 2011

Paranóia.

E quando se sonha acordado? Quando se imagina o incrível, quando se tenta, mesmo quando é impossível. Quando se descobre, fingindo não saber. Quando se mente pra si mesmo, quando fechamos os olhos pedindo pra não ser verdade, e quando os abrimos e descobrimos que é. Quando choramos rios de lágrimas e sentimos raiva sabendo que não adianta em nada chorar. Quando queremos jogar tudo pro alto e quando achamos que nada vai dar certo. E o que jogamos pro alto, no fim, é apenas o pessimismo. Foda-se o mundo.

terça-feira, 5 de abril de 2011

Mas é Melhor...

Não é isso? Você está exatamente onde eu gosto de você, sabia? Rezando por amor em uma dança erótica, e pagando com ingenuidade. Mas você está com medo de ter fingido. Você não seria pego morto nesse lugar.

seu único defeito...

é que você é muito bonzinho. vamos lá, não consegue ver? eu quero você, todo tatuado. eu quero você mau. me complete, me maltrate.
Want You Bad, Offspring.

terça-feira, 29 de março de 2011

segunda-feira, 28 de março de 2011

sim...

você sangra só pra saber que está vivo.
Iris, Goo Goo Dolls.

O Veneno de Hoje

Hoje é uma picada intensa e violenta que me arranca todas as forças e vontades. Hoje é o primeiro drink com o poder de despedaçar cada emoção.
É a ultima vela que anseia, desesperadamente, por qualquer leve brisa que ouse apagar a chama que arde em seu topo. Queimando e derretendo tudo o que ela tem de sólido e concreto.

o primeiro post...

sempre me deixa meio tímida.